Pesquisar neste blogue

sábado, 31 de março de 2012

A História do Carvão

Vamos recordar a história do grande "motor" da Revolução Industrial e como, dois séculos mais tarde, continuamos totalmente dependentes deste recurso.

sexta-feira, 30 de março de 2012

quinta-feira, 29 de março de 2012

Apagar a luz!

HORA DO PLANETA 2012:
Vamos mostrar a nossa atitude rumo à sustentabilidade apagando, simbolicamente, a luz durante uma hora: entre as 20h30 e as 21h30 no dia 31 de março.
Vamos participar nesta manifestação planetária da redução da exploração de recursos e produção de resíduos.

quarta-feira, 28 de março de 2012

Spring Alive - Descobrir a Primavera

No sítio do Spring Alive encontramos desafios interessantes, alguns consistem em observar e relatar a visualização de aves e concursos de fotos e filmes.
Aqui fica o filme de participantes polacos no Spring Alive:



terça-feira, 27 de março de 2012

Transportes: quanto mais gente, melhor!

Os preços dos combustíveis são insultuosos!
Um automóvel a transportar apenas uma pessoa é um luxo! Do ponto de vista económico e ambiental.
Vamos utilizar os transportes públicos ou implementar um sistema de boleias e de alternância de condução com os nossos familiares, amigos, vizinhos...
Vamos rentabilizar o transporte, diminuir custos monetários e em emissões de gases.
O filme seguinte mostra as vantagens da dinâmica de grupo:
video

segunda-feira, 26 de março de 2012

Aquecimento global

Dizem os cientistas:
Sempre existiram alterações climáticas...
Existiram glaciações que mostram as alterações radicais que podem existir no clima...
As emissões de CO2 e outros gases têm sofrido alterações ao longo dos milénios…
Os factos são:
As taxas de CO2 e outros gases que provocam efeito de estufa (GEE) têm aumentado desde o início da Revolução Industrial;
A combustão dos combustíveis nos automóveis liberta GEE;
A combustão de carvão e gasóleo nas centrais termoelétricas liberta GEE;
Quanto mais automóveis existirem em circulação maior a quantidade de GEE libertada;
Quanto maior o consumo de eletricidade, maior a quantidade de GEE libertada nas centrais termoelétricas.
A temperatura média tem aumentado nas últimas décadas;
O aumento da temperatura média leva ao degelo de calotas polares;
Será que conseguimos evitar o pesadelo do urso polar? (ver filme)
video

domingo, 25 de março de 2012

Reduzir o consumismo

Vamos reduzir o consumo e adquirir apenas o que é necessário, e como só necessitamos dos produtos e não das embalagens, vamos optar pelos produtos que se deixem envolver por menos espumas, papéis, plásticos, metais e qualquer outro tipo de invólucro sem utilidade.
video

sábado, 24 de março de 2012

Árvores de Portugal

As florestas portuguesas têm vindo a ser depauperadas ao longo dos anos dos seus exemplares autóctones, principalmente árvores do género Quercus (vários tipos de carvalhos, sobreiros, azinheiras,...), árvores para os nossos clima e solo e integradas em ecossistemas variados, múltiplos de espécies animais e vegetais em equilíbrio dinâmico.
A inserção de árvores como o eucalipto e outros, visando o crescimento rápido e o lucro imediato desestabilizam as comunidades que existiam e esgotam as reservas do solo.
Na Visão Verde podemos encontrar uma infografia de algumas árvores da floresta portuguesa, com descrição das suas principais características e distribuição continental.
(clicar na imagem e navegar pelo ficheiro em flash)


sexta-feira, 23 de março de 2012

Viajar pelo Amazonas

Viajar pelo Amazonas sem sair de casa já é possível: o Google lançou, no Dia Mundial da Floresta (21 de março), o acesso a este local do planeta através do "Street View".
(Notícia integral em Ciência Hoje)

quinta-feira, 22 de março de 2012

Plantas invasoras

"A invasão biológica por espécies exóticas é considerada a segunda maior causa para a perda de biodiversidade a nível global, sendo apenas ultrapassada pela destruição directa dos habitats. Estas espécies, denominadas invasoras ocorrem um pouco por toda a parte e de forma tão frequente que chegam a ser confundidas com espécies nativas." (Hélia Marchante, Elizabete Marchante, Helena Freitas, 2005)
A coleção de fichas "Plantas Invasoras em Portugal" apresenta algumas das principais espécies de plantas invasoras em Portugal Continental.

quarta-feira, 21 de março de 2012

Comprar português

Ao optar pela compra de produto nacionais dinamizamos a economia e evitamos a emissão de gases devido a transportes longos. Vamos recordar algumas marcas portuguesas de qualidade inquestionável: "O que é nacional é bom!"
video

segunda-feira, 19 de março de 2012

Respeitar a água

Consideramos a água como um bem assumido e só nos recordamos como é escassa em época de seca, como a que atravessamos atualmente.
Vamos atribuir à água o valor que ela tem e dar-lhe uso, sem desperdício:
- Não lavar a louça em água corrente (gastam-se 300 litros por hora, em média);
- Tomar duche em vez de banho de imersão;
- Abrir a torneira só quando lavamos mãos, dentes, cara e não durante as ensaboadelas;
- Varrer a rua e não lavar a rua;
- Aproveitar a água fria (que sai enquanto esperamos que aqueça para o banho) para lavagens;
- Aproveitar a água da lavagem dos legumes para rega;
- ...
Enfim: tratar a água como o bem precioso que é!
video

domingo, 18 de março de 2012

Uma alimentação mais saudável é também uma alimentação mais sustentável

A escolha de produtos sazonais e o aproveitamento das sobras melhora a economia familiar, reduz a exploração de recursos e o desperdício de resíduos.
Consulta as 50 maneiras de aproveitar a comida propostas pelo Planeta Azul.
(Clicar na imagem)

sexta-feira, 16 de março de 2012

Energia elétrica em Portugal

Aqui está um filme para toda a família, que aborda assuntos como as formas de produção de energia elétrica em Portugal, mudanças ambientais e de hábitos de consumo.
video
(Foi retirado do sítio da DECO)

quinta-feira, 15 de março de 2012

Conselhos úteis

É sempre importante estarmos atentos a conselhos de gestão sustentável. Encontramos alguns no site da DECO, só é pena alguns conteúdos estarem disponíveis só para sócios...
(clicar na imagem)

quarta-feira, 14 de março de 2012

Lixo não é "lixo"

Diariamente somos responsáveis pela extração de muitos recursos, para garantir o nosso estilo de vida, mas também somos criadores: somos muitos a criar resíduos a grande velocidade.
A adoção da política dos 3R (Reduzir, Reutilizar, Reciclar), sobejamente conhecida, pretende a redução de recursos e resíduos e até a mais atual política dos 4R, em que o significado do 4ºR pode ser variado: responsabilizar, respeitar,… Aqui no blog preferimos Recusar:
- recusar adquirir produtos em embalagens pequenas, optando pelas embalagens de maior quantidade;
- recusar os produtos com vários invólucros;
- recusar fatias finas de queijo, presunto, … separadas por folhas de plástico;
- recusar os sacos que os empregados das caixas do supermercado me tentam dar.
Muito se pode fazer com o “lixo”:
O mais rentável é reciclá-lo para criar novos produtos, evitando a extração de recursos, mas a sua integração em obras de arte (clicar aqui) é sempre surpreendente.


terça-feira, 13 de março de 2012

Sacos de plástico

Apesar das campanhas de sensibilização para a redução do consumo de sacos de plástico, continua a haver desperdício na sua utilização e a sua acumulação em lixeiras, aterros, solos, cursos de água e oceanos.
Vamos usar e re-usar os nossos sacos e, no final da sua utilização, encaminhá-los para o local próprio: ecoponto amarelo.
O filme seguinte ilustra uma das consequências nos oceanos.
video

segunda-feira, 12 de março de 2012

Standby não é opção...

Os aparelhos elétricos em standby consomem energia... e muita!
Utilizando o simulador de standby da EDP, verificamos que os maiores glutões são consolas de jogos, caixas de tv por cabo e impressoras.
Na nossa simulação (que pretende representar uma residência com 2 televisões (1 LCD e 1 CRT) e restantes aplicaçoes, 2 computadores (1 desktop e 1 portátil) e aparelhos associados, eletrodomésticos de cozinha,...) o consumo em stanby anual corresponde a um gasto de:
- 135,55€ (valor sem IVA)
- 964 KWh
Pode aceder aqui ao simulador de standby da EDP.
O filme seguinte lembra-nos outra característica do standby: o seu incómodo.
video

domingo, 11 de março de 2012

Ainda as lâmpadas...

As lâmpadas mais económicas são as LED, apesar do elevado custo da sua aquisição.
A tabela seguinte considera 8 horas em média de uso diário e as lâmpadas geram a mesma intensidade de luz. O investimento pode parecer demasiado, mas o ganho em redução de consumo e duração da lâmpada justificam-no.
As lâmpadas incandescentes estão aqui referidas, mas vão deixar de estar em circulação: a sua eficácia aproxima-as mais de aquecedores do que de produtoras de luz!
Cálculos efectuados com base num simulador disponibilizado pela EDP
O Museu do Louvre, em Paris, está a substituir todas as suas lâmpadas por LED, o que permitirá uma poupança de 70% do consumo energético. E cada lâmpada terá mais de 40 mil horas de vida útil!
(Esta informação consta da revista PCGuia de março)

sábado, 10 de março de 2012

Desligar lâmpadas fluorescentes ou não? Eis a questão!

Desde sempre ouvimos dizer que a energia gasta quando acendemos uma lâmpada fluorescente (o "arranque" dos arrancadores) consome muita energia, logo é mais económica deixá-las acesas do que estar sempre a ligar e desligar.
MITO ou REALIDADE?
Este excerto dos "Myth Busters" esclarece o mito:
É mais económico desligar a lâmpada, desde que só a liguemos após 26 segundos!!!
Agora já podemos desligar o supérfluo e poupar energia!
video

sexta-feira, 9 de março de 2012

quinta-feira, 8 de março de 2012

Minas abandonadas

A indispensável extracção de recursos deixa cicatrizes irreparáveis no solo, água, vegetação e na saúde humana. Exemplo disso é o caso da exploração de sulfuretos na mina de São Domingos (concelho de Mértola): a sua exploração mais intensiva registou-se durante um século (desde metade do século XIX até à década de 60 do século passado). Desde o local da extracção, na povoação de São Domingos, até ao seu embarque no rio Guadiana, no Pomarão, a paisagem é grotesca: solos, escombreiras e lagoas que nunca foram tratadas e onde se podem registar valores de pH à volta de 2.
A contaminação é facilmente reconhecida pela coloração intensa das águas e pela inexistência de vegetação, com excepção de exemplares do género Erica, que sobrevivem nestes  ambientes.
Erica
O slideshow apresentado na mensagem abaixo ilustra a aridez e o desencanto ao longo de quilómetros.

Mina de São Domingos

Pegada Ecológica

Ao determinarmos a nossa pegada ecológica temos uma noção mais real se causamos grande impacte no ambiente ou se a nossa marca no planeta corresponde ao aceitável.


Calcula a tua pegada ecológica:
- Site da WWF (em inglês)
- Site da EDP (em português)

Não te esqueças de ir ao facebook to Projeto Twist da Escola Secundária/3 de Raul Proença e  colocar um "Gosto":

quarta-feira, 7 de março de 2012

1º lugar no Desafio Eco-Challenge


PARABÉNS!
O grupo Eco-Challenge (Ana Ribeiro, Cátia Silva, Filipa Fonseca, Patrícia Silva, Ricardo Costa e Vanessa Pereira, do 12º CT3) ficou em primeiro lugar no 1º desafio do Eco Challenge.
Agora é só nós eliminarmos o desperdício energético na escola e o próximo ano letivo terá um inverno muito mais acolhedor: a escola investirá em aquecimento eficaz e sustentável para todas as salas com o montante do prémio, para o qual todos temos de contribuir e todos vamos usufruir!
Só depende de nós! 
Vamos eliminar o desperdício:
- afastar as cortinas e desfrutar a luz natural,
- apagar luzes ao sair das salas,
- desligar computadores, monitores, colunas, projetores,...
- ...


segunda-feira, 5 de março de 2012

Oceanos cada vez mais ácidos


As emissões de dióxido de carbono estão a elevar a acidez dos mares e oceanos a um ritmo sem precedentes desde há 300 milhões de anos. Se este ritmo se mantém, a vida marinha desaparece em poucas décadas, revela um estudo publicado na revista Science.
(publicada a notícia completa em Ciência Hoje, em 2 de março de 2012)

Projeto Partilha de Livros

O Projeto Partilha de livros continua!
Traz os manuais (adotados na escola) que já não utilizas, de modo a poderem ser utilizados por outros alunos.

domingo, 4 de março de 2012

Imagens para sorrir e refletir...

video

Cartoons retirados de diferentes sítios da internet.

Balanço de nova "papelada"

Na última semana de fevereiro, o professor Luís Gaspar entregou mais

185 Kg de papel,

 recolhido aqui na escola, no Banco Alimentar do Oeste:


18,5€


VAMOS CONTINUAR!!

sábado, 3 de março de 2012

Projeto Twist e Projeto Eco-Challenge

Outros projetos estão a ser desenvolvidos: pretendem  sensibilizar todos para a necessidade de reduzir o consumo de recursos e a produção de resíduos.
São os projetos "Twist" e "Eco-Challenge" dinamizados por alunos do 12º ano e que pretendem envolver toda a comunidade.
Visionem o filme e votem "gosto" no facebook do "Twist":



Balanço da primeira "papelada"

Já foi entregue a primeira remessa de papel, para a qual todos contribuímos, no Banco Alimentar do Oeste:
151 Kg de papel que se convertem em
15,1€ em alimentos



         Vamos continuar!!

Projeto Partilha de Livros

       Já começou a campanha de troca de manuais escolares, do 7º ano ao 12º ano, na Escola Secundária Raul Proença.

Continuamos a solicitar a oferta dos manuais escolares adotados (a lista  está na página da escola) que já não são necessários e que estejam em condições de reutilização, para posterior disponibilização gratuita.
A escola ficará com o registo dos alunos envolvidos na entrega de livros e, no caso destes se mostrarem interessados, terão prioridade na atribuição de livros para o próximo ano letivo.
Com esta simples ação, poderemos contribuir para a redução das despesas decorrentes da aquisição de novos manuais e, ao mesmo tempo, colaborar na defesa do meio ambiente, reduzindo o desperdício.
Esta campanha pretende envolver toda a comunidade educativa, pais, alunos, professores e funcionários.
video
Aqui está um pequeno vídeo motivador para a adesão a esta campanha.

Campanha Papel por Alimentos

A Escola Secundária Raul Proença aderiu à campanha "Papel por Alimentos" dinamizada pelo Banco Alimentar.
CONTRIBUI!
Há caixas de papelão para a recolha de papel em todas as salas de aula, no átrio dos Blocos e no Polivalente da escola!