Pesquisar neste blogue

domingo, 13 de maio de 2012

Investigadores desenvolvem camuflagem inspirada na lula e no peixe-zebra


Uma equipa de investigadores da Universidade de Bristol está estudar o desenvolvimento de novos materiais baseados na capacidade de camuflagem destes animais. Ler artigo completa na Ciência Hoje.
A capacidade de camuflagem dos cefalópodes (lulas, chocos, polvos) reside nos cromatóforos, que são células pigmentadas que existem em grande número no revestimento destes indivíduos. A rodeá-los existem músculos, que, reagindo a estímulos nervosos, contraem ou relaxam, concentrando ou espalhando o pigmento. Esta reação ao ambiente é extremamente rápida, como demonstrado no filme seguinte. Trata-se de um vídeo do programa TEDTalks, que mostra a bioluminiscência em profundidade e exemplos incríveis de camuflagem do polvo e do choco.
video

Sem comentários:

Enviar um comentário